Me perdôo

Depois que tomei gosto por ficar em casa (até demais), descobri prazeres tão diferentes dos que me alegravam antigamente, como procurar vídeos no YouTube:

Essa música eu conheci no DVD da Cássia, ao vivo – Com você meu mundo estaria completo. Me pego ouvindo e pensando que não há, além da minha família e meus amigos, alguém para quem eu pudesse cantar essa música. AS COISAS LINDAS SÃO MAIS LINDAS ONDE VOCÊ ESTÁ. Não sei se tenho mais vontade de sentir isso por algum homem novamente, ou se prefiro que um novo amor sinta isso por mim. Você deve estar se perguntando: porque não os dois? Eu respondo: Não acredito mais em reciprocidade exata e equivalência no amor. Acredito que sempre uma das pessoas ama mais do que a outra. Mais uma vez você poderá estar pensando: não são apenas formas diferentes de amar? Mais uma vez te respondo: Sim. Sempre são diferentes as formas de amar. Mas também há aquele que ama um pouco mais, se dedica um pouco mais, se entrega um pouco mais. Acredito, ainda, que se é a mulher quem ama mais, as coisas ficam mais desequilibradas. O porquê disso? Não sei. Mas percebo isso nos casais que venho conhecendo pela vida a fora. Inclusive aqueles dos quais fiz parte. Injusto, eu sei. Mas deve ser por causa da grande desvalorização pela qual a mulher vem passando. Perdemos a cada dia o respeito dos homens, e por perdê-lo, perdemos também a oportunidade de viver mais relações saudáveis. Não sou moralista. É só uma observação.

Por exemplo, consegue imaginar uma mulher fazendo uma (LINDÍSSIMA) musica como esta? Ele até ama, pois acredito que essa música é um pedido de perdão por ele se sentir tão amado, e saber que não sente o mesmo. “Te perdôo por me amares demais” – É como se ele perguntasse: Me perdoa por eu te amar de menos?

Mil Perdões
Chico Buarque
Composição : Chico Buarque

Te perdôo
Por fazeres mil perguntas
Que em vidas que andam juntas
Ninguém faz
Te perdôo
Por pedires perdão
Por me amares demais

Te perdôo
Te perdôo por ligares
Pra todos os lugares
De onde eu vim
Te perdôo
Por ergueres a mão
Por bateres em mim

Te perdôo
Quando anseio pelo instante de sair
E rodar exuberante
E me perder de ti
Te perdôo
Por quereres me ver
Aprendendo a mentir (te mentir, te mentir)

Te perdôo
Por contares minhas horas
Nas minhas demoras por aí
Te perdôo
Te perdôo porque choras
Quando eu choro de rir
Te perdôo
Por te trair

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s