O calor

Essa palavra, calor, sempre nos remeteu à aconchego, humanidade, vida. Mas ultimamente, vamos combinar que ele, o calor, metereologicamente falando, vem dando medo. Hoje foi um dia (domingo) abrazador, para dizer o mínimo. Aí a gente escuta esses papos de aquecimento global, 2012, fim do mundo, e dá um pânico… Gente, eu detesto o cordão dos pessimistas do fim dos tempos, mesmo porque eu não acho que as coisas vão acontecer assim. Mas está mesmo dando medo como a gente sente calor agora e como não era assim no passado. Nós, com mais de 30, sabemos muito bem que está diferente. Pelo amor de Deus, como é que faz para essa gente se tocar? Quantos ovos a gente tem que fritar no asfalto pra provar que a coisa tá feia? Bem. Mesmo assim, o Sol, Astro Rei, não tem culpa disso. Por isso vou postar uma música em homenagem à ele, que acaba sendo amaldiçoado nesse processo, e no entanto, nada mais é do que vida. A gente precisa dele. Assim como precisa deter, urgentemente tudo que está provocando o aquecimento global. Beijos e boa semana.

Quando o sol bater na janela do teu quarto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s