MILK


Preciso fazer uma pausa e comentar esse filme. Cara, eu tenho vários amigos gays GRAÇAS À DEUS, porque eles são grande parte da alegria da minha vida, e esse filme realmente me impressionou! Como a história do Milk é maravilhosa e como ele ainda não conseguiu em 2009 fazer a maioria gay entender a sua mensagem? É, vou falar dos gays, porque os preconceituosos que se fodam e eu não quero perder tempo com eles. Quero falar de como o Milk entendia que só os gays poderiam salvar os gays. Ele pediu que se uma bala arrebentasse a cabeça dele, também arrebentasse cada armário onde um gay ainda se escondesse, para que, quando mais e mais deles fossem perdendo o medo e se assumissem, a coisa deixasse de ser encarada como uma doença e se tornasse mais e mais normal. Perfeito!

A simplicidade e a força da mensagem dele é tão incrível, e mesmo assim, eu me envergonho de nunca ter ouvido falar nele e de nunca ter parado para pensar nisso. Em 1978, existiu uma pessoa que só queria que os gays tivessem seus direitos HUMANOS respeitados e iniciou um movimento inédito na história da HUMANIDADE!!!!!!!!!!!! Caraca! Como esse cara não tem sua foto estampada na camisa de cada gay, ou amigo dos gays, ou pessoa que ama o próximo, qualquer um, assim como um tipo de CHE GUEVARA (cujos “fãs” pouco conhecem da história)? Acho que a comunidade gay mundial deve muito a ele e não entendo como ainda hoje, em 2009, mais pessoas não tenham dado continuidade ao seu trabalho, não tenham aderido, não tenham perdido o medo de lutar.

Bem, amigos gays e lésbicas do mundo todo – se liguem! Se fosse eu teria vergonha de dizer que ainda agora, mesmo depois de conhecer o que ele fez e passou por todos vocês, não haja uma bala arrebentando seu armário. Você não vai morrer, cara. Pode perder um emprego, pode perder a compreensão de seus pais (inevitável, temporário?), amigos (que aí não são amigos), mas não vai morrer. O cara morreu, por você também. Quase como Cristo fez. Isso é muito grande e muito importante. Concorda?
p.s.: na foto, Harvey Milk abraçando seu namorado Scott

Anúncios

2 comentários sobre “MILK

  1. Como já disse a vc, a luta dele era mais política do que ideológica e, portanto, não atingiu a maioria da comunidade. Se fosse ideológica essencialmente teria mais seguidores. Ninguém tá nem aí para direitos civis, seja gay ou não! Bjus, Marcos Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s