0

Pai e Mãe são os nomes de Deus nos lábios e corações infantis!

Quando penso em amor paternal, penso no amor que sinto por meu filho Pedro, pois não consigo imaginar nada parecido e tão intenso. Por mais que nós tenhamos os nossos momentos de desentendimento, não existe nenhum traço de ressentimento dentro daquele coração, que consigo ver como um poço de bondade e luz. Não existe na realidade desentendimento entre ele e eu, mas sim momentos onde eu me inflamo com o objetivo de passar algum tipo de ensinamento, adquirido através de situações vividas na minha infância ou por aplicações práticas de nossa própria vida.
Dele na realidade, não tenho insubordinações ou enfrentamentos, mas sim retrucamentos e tentativas de defesa de seus pontos de vista, com muita diferença entre a minha maneira explosiva e o jeito “Pedro” de ser.
Não me arrependo de tudo que faço, mas sim de em alguns momentos, de “como” faço o que considero ser certo para lidar com a situação que se apresenta. Confesso que na maioria das vezes a “situação” não é séria o bastante, para que me preocupe com o curso do desenvolvimento de meu filho, mas sim da matutenção dos conceitos de certo ou errado, visando mostrar o caminho a ser seguido para que ele não se desvie do caminho que já trilha, mesmo sendo tão jovem. No fundo não deixa de ser medo de um Pai que não tem manual de como criar um filho nos dias de hoje, que não tem maldade em seu coração, e não sente prazer em brigar com seu filho e vê-lo triste.
Espero que ele um dia leia esse meu relato e com sua infinita sabedoria entenda que só quero o seu bem e sua felicidade. Se tenho um objetivo claro em minha cabeça, este é o de seguir ao lado de meu filho, para poder lhe proporcionar a melhor caminhada possível pelos caminhos da vida, tendo um lar harmonioso, com um relacionamento com a Mãe dele o mais amoroso e amigo possível. Pois não vejo pessoa mais capaz de criar meu filho, que minha mulher Adelaide, mesmo que com o instinto protetor meio exagerado, mais com a certeza que ninguém fará melhor que ela.

Um beijo do Pai Wagner para o Filho Pedro !!!

1

Essa Caiçara é uma maluca!

Aproveitar e deixar …..

furo da caiçara…. tive que rir. A semana passa que nem um JATO supersônico. Todos os dias aparece pescado, e muito, para ocupar a caiçara mas… quando chega a sexta , pu…….iu “piiiii” num passa a aula nem por nada….fala sério ôôô

Gente, essa foi muito engraçada. Bem na frene do meu chefe no colégio, quando eu olhei no relógio eram 21 horas. Daí eu virei pra ele, do nada e falei em alto em bom tom: Puta que pariu, ainda falta uma hora e meia pra acabar!!!!!!! Nós caímos na gargalhada porque foi super espontâneo, mas ao mesmo tempo nada a ver falar isso na frente do chefe (esse comentário aí de cima é dele). Típico…
0

Quero entregar o pacote…

É verdade…sinto falta do meu grande e eterno avô…tudo de bom da minha família se deve a ele….Mas temos um PAI que está sempre conosco, para nos consolar e nos amar mesmo nós não merecendo…leia na coletânes do Livro Best Seller de todos os tempos, livro de João 3.16 da Bíblia Sagrada.
Victor

Esse comentário do meu amigo Victor vem bem a calhar. Ultimamente muitas pessoas têm dito que eu preciso aprender a deixar minha vida nas mãos de Deus. Realmente entregar-me a Ele e deixar que Ele resolva meus problemas e me traga o que achar melhor pra mim. Eu acredito demais no nosso Pai. Acredito do fundo da minha alma e do meu coração que são Dele. Porém, reparou como é difícil ENTREGAR-SE de verdade à Ele. A gente fica o tempo todo tentando resolver os problemas, pensando na vida, que queria isso, queria aquilo, e isso quer dizer, na verdade, que não nos estregamos à Ele. Estamos ainda tentando resolver esses nossos (míseros) problemas. É como uma metáfora que li uma vez, ela dizia que nós queremos estregar nossos problemas à Ele mas é como se estivéssemos com um pacote nas mãos, Ele tentando pegar, e a gente segurando, porque acha que a gente é que tem que ficar com o pacote, que ele é problema nosso, ou por arrogância, achando que nós é que saberemos resolver. Sei lá… Quero muito aprender a entregar meu “pacote” para Ele. Sei que ele vai abrir essa caixa, que nem tem tantos problemas assim, e vão sair voando milhares de borboletas. Preciso conseguir!!! Pai, me dá uma forcinha? Me ensina a me entregar à Você? Te amo meu Deus!
1

Muito mais que um amigo

Oi pescadora moderna!

Só pra registrar o dia dos pais, gostaria de deixar uma mensagem para o Jodinho.
“Naquela mesa tá faltando ele a saudade dele tá doendo em mim; e nos seus olhos era tanto brilho, que mais que seu filho eu virei seu fã …”
Um beijo do filho do Jodi

Pai, pode crer, eu tô bem eu vou indo, tô tentando vivendo e pedindo
Com loucura pra você renascer…
Pai, eu não faço questão de ser tudo, só não quero e não vou ficar mudo
Prá falar de amor pra você
Pai, senta aqui que o jantar tá na mesa, fala um pouco tua voz tá tão presa…
O comentário acima foi do meu irmão, em relação a nosso pai, que já se foi há 5 anos. O de baixo, da música do Fábio é meu, porque é exatamente o que eu adoraria poder dizer pra ele. Para quem tem pai e mãe, acredite, não há como explicar a falta que faz quando chega a hora. Tenta o mais que puder, crescer, e amá-los como se deve. Conselho de amiga…
2

Comentário sobre "Só pra se distrair"

Ainda bem que AMOR com letra maíscula só um! Imagine se fossem todos intensos e inesquecíveis!? Ia ser um tormento cada fim! Nem pensar! Agora é sério! Só existe um amor, que é diferente do outro e do outro e assim infinitamente. Curta cada um e espere ansiosamente – sem tortura – o próximo. Será ótimo que seja outro e diferente e ímpar. A propósito, não achei ela triste não; apenas sem esperança…

Marcos

Existe coisa mais triste do que perder a esperança?… Acho que a lição que deve ser aprendida aqui é amar a si próprio. Deve haver esperança sim, de aprender que existem coisas infinitamente mais importantes do que o amor romântico. Acho que ela vem aprendendo isso… Tenho esperança que vá conseguir!