Só pra se distrair…

Ela entrou no bar e viu que a noite ia ser uma daquelas. Muita gente, muita cerveja, muita azaração e nenhuma pessoalidade. Mas porque ela sempre buscava isso? Porque ela sempre precisava CONHECER a pessoa com quem iria passar a noite? Sei lá. Poderia ser porque ela estava ficando mais velha. Mas ela sempre tinha sido assim. Sempre com uma curiosidade absurda sobre as vidas, histórias, trajetórias, pensamentos, sentimentos e até, signos… Ela sempre perguntava os signos. Era um ritual para começar a odisseia de conhecer o outro. Ela julgava que, pelo signo, já ia ter uma idéia de como a pessoa era. Capricórnio? Hum, sei não… Virgem? Nem pensar! Não sei porque esses caras me atraem tanto! Taurino? Bom de cama. Geminiano? Dificuldades de se entregar. Canceriano? Família é só o que importa. Poderia ser ser legal, mas são meio complicados… Leonino? Vaidoso, mas confiável. Libriano? Não fazia a menor idéia. Aquariano? Inteligentes, quentes, estranhos… Arianos, bem, esse era um signo especial para ela. Era o inesquecível signo do inesquecível homem, por quem ela sentiu o mais inesquecível amor. Até bem pouco tempo ela podia jurar que não havia um amor só na vida. Ela achava que já tinha amado tantas vezes, que amor não podia ser “um só” como muita gente diz. Mas hoje, quase 10 anos depois de ter acabado, ela sabia que nunca mais… nunca mais ninguém como ele. Ele e o amor que tinham, eram daqueles que te fazem ser a melhor pessoa que você pode ser. Daqueles que despertam o melhor que há em você. Nunca mais encontrou ninguém que a fizesse sentir assim.
Talvez por isso ela ainda continuasse essa busca insana de conhecer as pessoas. Talvez fosse difícil aceitar que “só se ama uma vez”. Ela precisava amar de novo e, principalmente, ser amada. Nossa! Acho que nunca conheci ninguém que tivesse tanta necessidade do tal do amor, como ela.
Ela se sentou numa mesa perto da banda. Pediu uma cerveja. Ficou pensando em como já havia sido feliz naquele lugar. Quantas noites maravilhosas ao lado de seus amigos. Quantas noites mágicas junto dele, seu ariano…
Pediu mais uma cerveja, mais outra, mais uma por favor! Anestesiada, dançou a noite toda, mesmo aquelas músicas odiáveis que ela nem escutava mais. Não conheceu ninguém. Não conversou com ninguém. Pagou a conta, foi embora sozinha, cambaleando pelas ruas, com vergonha de ser vista por alguém. Chegou em casa, tomou seu calmante, chorou um pouco e dormiu.
Só mais uma noite em que ela saiu, toda enfeitada, pintada e cheirosa, pra se distrair…
Anúncios

3 comentários sobre “Só pra se distrair…

  1. Achei vc!!!!Adorei o texto,apesar de achá-lo meio triste. Mas pense assim: Pelo menos ela tem um ariano pra pensar… E eu que nem tenho uma história assim tão legal pra lembrar?? rsrsrsrs A sagitariana aqui não tá com muita sorte no campo afetivo não! rsrsrsE por falar em signos,vou copiar o texto dos signos,ok?Gi http://www.lendoavida.blogspot.com

  2. Ainda bem que AMOR com letra maíscula só um! Imagine se fossem todos intensos e inesquecíveis!? Ia ser um tormento cada fim! Nem pensar!Agora é sério! Só existe um amor, que é diferente do outro e do outro e assim infinitamente. Curta cada um e espere ansiosamente – sem tortura – o próxima. Será ótimo que seja outro e diferente e ímpar.A propósito, não achei ela triste não; apenas sem esperança…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s