Holocausto Moderno

Acho eu nunca senti tanta vergonha na minha vida. Eu sempre tento me manter informada, apesar das dificuldades de morar em uma cidade pequena, mas descobri uma coisa hoje que me fez sentir tanta, mas tanta vergonha do ser humano (com letra minúscula), que eu não sabia mais se estava chorando de tristeza, raiva ou vergonha! Se eu pudesse mudar de raça… Se eu pudesse entender… Nunca vou chegar a entender. Não nessa vida. Não é possível entender o que motiva as pessoas a fazerem tanto mal. Não é possível entender porque que tanta gente tem que sofrer ao mesmo tempo, e muito, e sempre, sem ter culpa de nada. Eu tenho essa necessidade de aprender tudo, entender tudo, explicar e achar uma explicação para tudo. Foi desesperador para mim o que assisti nesses filmes. Eu não consigo entender e vou morrer assim. Explicando:

Eu considero filmes, pequenos livros, onde aprendo muitas coisas. Recentemente, assisti ao filme Diamante de Sangue, que se passa na África. O filme me chocou e entristeceu muito. Há uma exploração desumana da mão de obra africana, em busca dos diamantes, também africanos. É, os diamantes, aquelas pedrinhas que brilham, e que as pessoas acham tão fantásticas. O amor nos Estados Unidos, por exemplo, é medido pelo tamanho da pedra do anel que o noivo oferece à noiva, já que por lá é obrigatório o anel de diamantes no noivado. Para que tudo isso continue acontecendo e o equilíbrio mundial mão seja abalado, até mesmo os próprios africanos se matam (e muito), em busca da tal pedrinha, tentando dominar os mais fracos, para vender por uma bagatela para o famoso “homem branco”. E nem adianta me chamar de racista porque é assim mesmo que a coisa funciona, incontestavelmente. A ironia é que quem domina o mercado (pelo menos o americano) de diamantes, que é produto disso que considero um “Holocausto Moderno”, são os judeus – que foram vítimas, seis milhões de vítimas, do mais famoso Holocausto da História.

Voltando à minha vergonha, hoje (só hoje) descobri, assistindo ao filme O Jardineiro Fiel, que a África (isso mesmo, o continente TODO) funciona como um grande laboratório das grandes empresas farmacêuticas de várias partes do mundo. Descobri que é interessante para as bolsas de valores mundiais que o povo da África continue doente, para que continuem servindo de ratos de laboratório para alguns medicamentos que são lançados no mercado.

Funciona assim: por exemplo, esse novo tipo de tuberculose, que assola a África, já vem se alastrando pelo mundo. Então, os laboratórios tentam lançar rapidamente um remédio que seja a cura para quando a doença chegar nos países deles próprios. Objetivo: ficarem (mais) milionários com a venda do medicamento (olhem que coisa sórdida!!!). O problema é que eles têm que ser rápidos, pois é preciso um grande investimento de tempo e dinheiro para que o remédio seja testado até chegar à sua fórmula ideal. Então eles vão tentando, ministrando diversas versões do mesmo medicamento e esperando para ver os efeitos colaterais. Sentiram a podridão da coisa? As pessoas precisam, anseiam desesperadamente pela cura, então aceitam aquele medicamento sujo, que acaba por matá-las, muitas das vezes. Tudo isso acontece porque esses laboratórios se aliam a empresas que “fingem” estar ajudando a população, distribuindo a cura.

Mas, é muito fácil fazer isso na África. Lá morre todo mundo o tempo todo mesmo… Aids, tuberculose, fome, ignorância, diamantes, pobreza absurda, e por aí vai. Então eles devem pensar, “vamos lá pra África, ver qual é a nova doença , pra gente inventar outro remédio e ficar ainda mais ricos”. Se é que essas mesmas doenças não são convenientemente, e “displicentemente” criadas “por engano” pelos mesmos laboratórios, dessa vez usando os pobres dos ratinhos mesmo…

Comecei esse desabafo dizendo que não entendo. Não entendo a capacidade que as pessoas têm de fazer esses tipos de coisas. Mas o motivo, esse é muito óbvio: sempre a ganância. Sempre ela. Sempre o dinheiro. Sempre ele. Por ele, vale levar à morte milhares de pessoas indefesas, fracas e pobres. Por ele, vale manter um continente inteiro na mais profunda ignorância e miséria. Por ele vale assistir a milhares de crianças morrendo, milhares de mães sofrendo por não poder fazer nada, milhares de pais trabalhando como animais e sendo assassinados no percurso. Pelo dinheiro, que é o deus de muita gente, tudo isso vale à pena.

Eu nunca vou entender. Afinal, sou apenas uma simples caiçara que vê o mundo pela tela da TV. E quem sou eu para me indignar? O que eu faço para mudar tudo isso? Desligo a minha TV, desligo o meu aparelho de DVD, ligo o meu computador e venho aqui dar uma de justiceira. Sinto muito… mas não sei o que fazer. Não tenho a menor idéia. Já que a tal pedra preciosa nem passa pela minha cabeça, se algum dia que esse tipo de tuberculose fatal chegar por aqui, talvez eu me lembre dessa crônica. Talvez você se lembre dessa crônica, e de quantas pessoas tiveram que sofrer para que a gente possa tomar o remédio maldito, que vai salvar nossas “preciosas” vidas.

Anúncios

5 comentários sobre “Holocausto Moderno

  1. Minha querida Caiçara, comungo com você toda essa indignação. Realmente por dinheiro as pessoas fazem toda e qualquer atrocidade. Pensam, única e exclusivamente, em enriquecer às custas dos mais pobres e necessitados. O povo africano até os dias de hoje sofrem com a exploração, desde os tempos da escravidão que ainda não acabou. Mas ao nosso lado mesmo vemos, aqui no Brasil, tantas atrocidades sendo feitas com o nosso povo. Crianças que são “alugadas” para pedir esmola no Largo da Carioca. Isto eu vejo todos os dias. Enfim, este é o mundo em que vivemos, onde caminhamos a passos largos para a destruição. Apesar de me sentir profundamente incomodado com esta situação, eu não faço nada, fico apenas de expectador na janela lateral do meu quarto de dormir. Pode ser por achar que a responsabilidade não é minha, que os governantes é que deveriam fazer alguma coisa. Aquelas desculpas e frases prontas que sempre dizemos.Mas, vamos falar de coisas boas. Leio o seu blog desde a publicação e quero te dizer que você é maravilhosa, seus textos são inteligentes e afiados, às vezes ácidos. Chego ao trabalho e a primeira coisa que faço todas as manhãs, antes de qualquer coisa, é ler o que você publicou. Continue, nunca desista, você merece ter cada vez mais sucesso.Um grande beijo do seu amigo que te ama muito, Daniel.

  2. Oi pequena formiga do Interior!!!Você lembra de uma cena muito divulgada há alguns anos atrás, quando um Estudante Chinês ficou diante de um tanque de guerra durante um protesto na capital Chinesa??? Pois é, ele não só conseguiu parar o tanque, como também todos os demais que atrás dele estavam. O que num primeiro momento parecia um gesto idiota da parte do estudante, acabou sendo um exemplo de iniciativa para o Mundo todo, que em alguns momentos, pensa que não vale a pena fazer nada sozinho, que as coisas só acontecem quando se está em grupo ou se a ação parte de grandes celebridades. Não desista de demonstrar sua indignação diante daquilo que nos avilta, porque as pessoas que sofrem essas atrocidades não tem essa oportunidade e agradecem pelo menos à sua intenção !!!Wagner Medeiros

  3. Nem tão valioso assim!!!Oi Lu, só para conhecimento inútil, o tão famoso diamante, nada mais é do que carbono puro cristalizado e o primeiro contato do homem com essa preciosidade, se deu na Índia há cerca de 4.000 anos. Durante algum tempo o Brasil foi o seu principal produtor e aqui tbm, muitos morreram por ele. Acreditava-se realmente que estava em extinção, o que tornou seu valor ainda mais alto. Em 1867, aconteceu a primeira decoberta na África do Sul, desde então, ela é responsável por 80% do fornecimento mundial. Porém, nessa época, uma empresa alemã (se não me engano), monopolizou o comércio desta pedra,pois foram achadas reservas monstruosas de kimberlito (rocha de onde são extraidos os diamantes) e o dito cujo, já não era mais tão raro assim. Esse assunto é mantido nos bastidores, pois as joalherias aceitaram esse acordo, já que a maior parte do seu lucro vem justamente do mito da raridade do diamante e não seria interessante a sua devalorização. Portanto, querida amiga, se vc despretenciosamente, achar no quintal da sua casa uma pedrinha dessas, vc não terá o direito de negociá-la sem antes pedir a autorização desta empresa (que agora esqueci o nome), é ela quem determinará o valor da “SUA” pedra. Pode parecer estranho, mas há pessoas que valorizam muito mais a intensidade do brilho dos olhos de quem vê um diamante, do que o brilho dos olhos de quem vê um prato de comida no auge de sua fome, ou de quem simplesmente olha pro céu e agradece a Deus por estar vivo. Sem querer desmerecer a beleza da pedra, nada pode ser mais belo e valioso que a vida.Bjs

  4. Então Lu, muito há o que se falar sobre diamantes, mas nada mais importando do que a troca da vida pelas tais pedras que já não valem mais nada (pelo menos não tanto assim). Aliás, muito há o que se falar sobre as atrocidades que acontecem no mundo inteiro. Isso td me foi passado durante uma palestra e muita coisa, vc nunca vai ler em lugar nenhum, pois se a grande descoberta for totalmente descoberta, ela já não será mais tão rentável. Mas o nosso Brasil que é totalmente “politicamente incorreto”, deu seu primeiro passo, tentando implantar no mercado mundial, nossas pedras, maravilhosas, diga-se de passagem, as “Pedras Brasileiras”, que já subiram até de categoria,de semi-preciosas para pedras peciosas, mas isso é outro assunto. Só nos resta então torcer para que sejam aceitas e quem sabe assim, a exploração africana seja amenizada? Tomara!! “O primeiro passo confere a vitória a quem o deu. Dê um passo a frente todos os dias.” Siddharta Gautama

  5. Querida CiçaraTive o prazer de estar ao seu lado vendo Jardineiro Fiel, apesar de na hora não ter dado muita importancia…Mas acredite, desde aquele dia passei a pensar mais no assunto, a perceber quanta maldade é feita pelo vil metal, até pq , de uma forma ou de outra, sou vítima!E como vítima, me toca o fato de vc ser tão preocupada, tão abismada, tão estarrecida com essa desumanidade.Mas também, vindo de você, uma pessoa tão brilhante, tão amiga, tão gente cheia de defeitos maravilhosos, não podia esperar outra coisa…Tenho um orgulho danado de fazer parte da sua vida!Bjs,Pré…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s